Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Comissão de Agricultura luta contra a fusão entre Emater e Epamig

Comissão de Agricultura luta contra a fusão entre Emater e Epamig

por Cristine Antonini publicado 21/01/2021 12h40, última modificação 21/01/2021 13h33
Comissão de Agricultura luta contra a fusão entre Emater e Epamig

Comissão de Agricultura visita a Emater

A Comissão de Agricultura da Câmara Municipal de Montes Claros promoveu nesta quarta-feira, reunião para buscar medidas que possam evitar a fusão entre a Emater com a Epamig – a decisão em unir as duas autarquias é do Governo Estadual. Os extensionistas temem que a fusão pode causar perda de direitos trabalhistas, sucateamento das empresas e prejuízo no atendimento aos agricultores.

De acordo com servidores da Emater de Montes Claros, antes de haver a fusão é necessário realizar reuniões, e audiências, para que os funcionários da empresa e produtores rurais possam apontar os pontos negativos em relação ao assunto.

 “Não estamos aqui como oposição à decisão do Governo Estadual. Pelo contrário, queremos contribuir em servir à população rural. Porém, precisamos saber antes o motivo para a fusão. Apesar de trabalharmos (Emater e Epamig) no mesmo segmento, nossos objetivos são distintos. A Emater é como se fosse o SUS para o produtor rural”, enfatiza o gerente regional da Emater, José Arcanjo.

A regional da Emater de Montes Claros atende entre área urbana e zona rural, cerca de 24mil localidades. Porém o número de técnicos responsáveis por essas demandas é escasso – a regional possui apenas 6 extensionistas, o que dá uma média de 659 propriedades para cada funcionário.

De acordo com a presidente da Comissão de Agricultura, vereadora Graça da Casa do Motor (PSL), a Emater precisa de investimento em relação a estrutura física e de pessoal. “Os extensionistas vão em localidades distantes e precários. Eles trabalham por amor, se tornam amigos dos produtores rurais é uma relação fraterna”, pontua a presidente.

Somente em Montes Claros 200 comunidades rurais são atendidas pela Emater – 78% do custo da empresa é mantida pelo Estado e o restante é através de parcerias com o município. Um dos receios dos extensionistas é que com a união das empresas, o êxodo rural cresça ainda mais pela dificuldade de sobrevivência no campo – a população rural hoje em Montes Claros é de 5%.

Após ouvir as demandas dos funcionários da Emater, a Comissão de Agricultura da Câmara de Montes Claros protocolou um documento que será encaminhado aos deputados estaduais e federais da bancada do Norte de Minas.

Também esteve presente na reunião o vereador Sóter Magno (PSD). A Comissão de Agricultura é formada pelos parlamentares: Graça da Casa do Motor (presidente), Valdecy Contador (vice-presidente) e Eldair Samambaia (relator).

 EMATER

A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater–MG) é a maior empresa pública do setor no Brasil. Fundada em 1948, ela também foi a primeira a ser criada Brasil. Atualmente, a Emater–MG está presente em cerca de 790 municípios do Estado, e seu trabalho virou referência nacional.

Vinculada à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, do governo do Estado de Minas Gerais, a Empresa é responsável pelo atendimento a aproximadamente 400 mil agricultores mineiros.

______________________________________________________

Câmara Municipal de Montes Claros
Assessoria de Comunicação Social
Contatos: (38) 3690-5506 – ascom@montesclaros.mg.leg.br
Facebook: www.facebook.com/camaramoc
Twitter: https://twitter.com/camaramoc
Instagram: www.instagram.com/camara_moc
https://montesclaros.mg.leg.br

Mídias Sociais

Facebook   Youtube

Pesquisar no BuscaLeg
Logotipo do BuscaLeg - Buscador Legislativo